O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) é o único satélite em banda Ka que fará cobertura em todo o Brasil.

O SGDC é um satélite extremamente avançado e imprescindível que utilizará a alta capacidade da banda Ka para ampliar a oferta de banda larga aos locais mais distantes do Brasil com internet de qualidade. Vai assegurar a defesa e soberania nacionais e expansão da capacidade operacional das Forças Armadas, operando em banda X. O Projeto SGDC é um dos maiores projetos de telecomunicações no Brasil nos últimos 20 anos, e vai mudar a vida de todos os brasileiros, proporcionando um país conectado não só com tecnologia, educação, saúde, serviços públicos e conhecimento, mas também com cidadania, igualdade e justiça social. Isso é Telebras.

Conectando o Brasil

A Telecomunicações Brasileiras S.A. – Telebras - é fornecedora estratégica de soluções de infraestrutura de telecomunicações para prover comunicação entre os órgãos e entidades da administração pública, empresas privadas e entidades não governamentais. Atua como agente do desenvolvimento nacional, fomentando a democratização do acesso à informação. Seus 22 mil quilômetros de backbone formam uma rede terrestre moderna e com tecnologia de ponta. Chega aos locais mais remotos, reduzindo o custo de conexão, promovendo inovação tecnológica, inclusão social e digital.

O Satélite Brasileiro

O SGDC é um importante projeto de Estado, que atende a dois objetivos principais: prover comunicações seguras para o sistema de defesa nacional e para as comunicações estratégica do Governo e promover o desenvolvimento socioeconômico do Brasil, proporcionando a todos os brasileiros um país conectado por meio da massificação da banda larga. O SGDC marca um momento histórico no país. É o primeiro satélite brasileiro concebido exclusivamente para a transmissão de dados com alta velocidade e qualidade na banda Ka, cobrindo todo o território nacional e a Amazônia Azul.

Transferência e Circulação de Conhecimento e Tecnologia

Por meio de acordo bilateral firmado com a França, a Telebras e a Agência Espacial Brasileira (AEB) elaboraram um plano de absorção e transferência de conhecimentos técnicos para dar apoio ao desenvolvimento do programa espacial brasileiro. Mais de 100 especialistas brasileiros acompanharam todo o processo de construção do SGDC, em Cannes e Toulouse, França. São profissionais da Telebras, Visiona (joint venture entre a Telebras e a Embraer), da iniciativa privada e de órgãos como Ministério da Defesa, AEB e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), vinculados ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC). Cinco empresas brasileiras firmaram contrato de subvenção econômica junto à Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e já se beneficiam do acordo de transferência de tecnologia, fruto do Projeto SGDC. Essas empresas atuarão nas áreas de propulsão; potência e painéis solares; controle térmico; estruturas mecânicas de alta estabilidade baseadas em fibra de carbono; e componentes FPGA e ASIC para aplicações espaciais embarcadas.

Alta Certificação

O design do principal Centro de Operações Espaciais (COPE) da Telebras, que abrigará um dos Data Centers para operação do satélite brasileiro, em Brasília, recebeu em agosto de 2016 a certificação TIER IV do Uptime Institute, localizado em Seattle, Estados Unidos. A classificação TIER IV é o mais alto nível de disponibilidade e confiabilidade que um datacenter pode oferecer numa instalação de missão crítica. É conhecida como Fault Tolerant (tolerante a falhas), a qual deixa o site imune a qualquer paralisação de infraestrutura. Essa certificação, conquistada pela Telebras, foi concedida de forma inédita a uma empresa do setor de telecomunicações no Brasil.

O SGDC marca um momento histórico no país

Mais de 100 especialistas brasileiros acompanharam o processo de construção na França

O futuro centro de operações espaciais em Brasília

Nossa Cobertura

Apesar de o Brasil ter pouco mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados de superfície territorial, a alta capacidade da banda Ka do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) vai além. Poderá cobrir até 10,6 milhões de quilômetros quadrados. Isso significa atender todo o território nacional e chegar à Amazônia Azul com banda larga em alta velocidade, segura e confiável e, inclusive, mobilidade a lugares remotos e de difícil acesso.

Características do Serviço

Capacidade total de 60 Gbps
Disponibilidade anual garantida de 99,5%
Velocidade de Acesso de até 100 Mbps
5 Estações de Comunicação
2 Centros de Operações Espaciais (Brasília e Rio de Janeiro)

Benefícios

Educação

Viabilizará alta conectividade de Instituições de Ensino Superior (IES) localizadas no interior do país, e escolas de níveis fundamental e médio na zona rural e cidades do interior.

Saúde Pública e Gestão Hospitalar

Permitirá que hospitais e áreas de saúde de municípios remotos no país tenham acesso às aplicações de Saúde Pública e Gestão Hospitalar amplamente utilizadas em grandes centros.

Serviços de Cidadania

Em parceria com outros órgãos da administração pública, ficará facilitado o acesso à internet para maior eficiência de operações da receita federal, emissão de passaportes e previdência privada dentre outros serviços.

Segurança Nacional

Além da capacidade exclusiva para as Forças Armadas na banda X, o satélite poderá oferecer cobertura integral de fiscalização nas fronteiras brasileiras, inclusive das unidades remotas militares pela banda Ka

Segurança nas Rodovias

Oportunidade de conectar postos de fiscalização nas rodovias brasileiras, permitindo que o acesso em tempo real amplie os sistemas de controle e monitoramento de eventos nas estradas.

Desenvolvimento Econômico

Indústrias e comércio situados no interior ou regiões periféricas às grandes capitais passarão a contar com alta capacidade de infraestrutura de comunicação e, com isso, ampliarão a competitividade e o desenvolvimento econômico nacionais.

Sistema Bancário

Tornará viável soluções de conectividade para os bancos e os respectivos terminais de autoatendimento no território nacional.

Agronegócio

Grandes e médias propriedades rurais produtivas poderão contar com o serviço de satélite para infraestrutura e ampliação do uso de tecnologias de agricultura de precisão.

Amazônia Azul

Plataformas petrolíferas e centros de pesquisa e defesa, localizados em ilhas ao longo das 200 milhas náuticas, terão ampla oportunidade de conectividade.

Cidades Inteligentes

Tornará mais fácil a conexão de dispositivos inteligentes à nuvem (IoT e M2M) de forma isonômica no território nacional e facilitará a interconexão de secretarias e serviços públicos, viabilizando Cidades Inteligentes em diversos municípios brasileiros.

Massificação do Acesso Internet

Com cobertura em 100% do país, o satélite será uma ótima oportunidade para as operadoras de celular potencializarem seu backhaul e o atendimento a clientes com as tecnologias 3G, 4G e, futuramente, 5G.

Wi-Fi Social

O SGDC, associado à rede terrestre, amplia significativamente a oportunidade às prefeituras para a instalação do Wi-Fi Social, ou seja, uma rede local de comunicação sem fios para uso público e gratuito pelos cidadãos.

Segurança Pública

O satélite abre um leque de novas oportunidades para ampliar a segurança dos cidadãos, dinamizando os acessos para câmeras públicas de vigilância, e contribuindo para novas soluções para as forças policiais por meio da tecnologia.

Monitoramento e Previsão de Eventos Naturais

Além de serviços de acesso à internet, os órgãos de defesa civil poderão conectar sensores de monitoramento e obter informações em tempo real que venham a garantir maior segurança na prevenção de eventos naturais.

Parceria com ISPs

Permitirá que a Telebras promova parcerias com pequenos e médios provedores de internet (ISPs) para venda de conexão o que, consequentemente, contribuirá para o desenvolvimento das regiões mais carentes e para a inclusão de novos cidadãos à internet no território nacional.

Have you realized the benefits of the SGDC for public policies, security, education and various business segments in the market?

Serviços

O satélite brasileiro foi planejado para oferecer a capacidade certa de infraestrutura de conectividade em alta velocidade para todos os órgãos de governo (Federal, Estadual, Municipal e do Distrito Federal), empresas, provedores e entidades não governamentais. Aproveite as oportunidades e facilidades que oferecemos, porque em tecnologia o Governo e o mundo dos negócios merecem o melhor.

CONEXÃO VIA SATÉLITE
INTERNET
VIA SATÉLITE
Conecte seu negócio à internet em alta velocidade em qualquer lugar do território nacional.
Velocidades superiores a 10 Mbps
Suporte a IPv4 e IPv6 Support
Solução anti-DDoS integrada
REDE MPLS
SATELLITE
Conecte suas filiais e escritórios em uma rede privativa, integrando aplicações de dados, voz e vídeo.
Integração de aplicações de dados, voz e vídeo
Integração total com sua rede terrestre
Até 5 classes de serviço (CoS)
REDE DE CONTINGÊNCIA
VIA SATÉLITE
Mantenha a continuidade de seu negócio frente a eventos inesperados, pagando uma tarifa mensal reduzida.
Rede totalmente independente
Tarifa mensal reduzida
Pague somente o que exceder a franquia

SIG Quadra 04, Lotes 075, 083, 125 e 175 - Bloco A - Salas 201, 202, 214 a 224
Edifício Capital Financial Center - Brasília/DF - CEP: 70610-440 - Telf: (61) 2027-1000